Pe. Carlos Eduardo fala sobre o papel da família para o sacerdócio

A Igreja do Brasil realiza todo ano no mês de agosto a Semana Nacional da Família com momentos de partilha, formações e espiritualidades nas comunidades e pastorais nas diversas paróquias do país.

Na Diocese de Osasco desde o ano passado que a Pastoral Familiar realiza o encerramento da Semana dentro do ComVocação com a oração do Santo Terço Mariano antes da Missa no domingo, nesta edição no dia 21.

Padre Carlos Eduardo assessor eclesiástico diocesano da Pastoral conduz o momento de oração junto com famílias da Diocese. Em uma rápida conversa sobre a relação do sacerdócio e da família, ele lembra que o Concílio Vaticano II destacou o chamado universal à santidade, e explica que isto significa que pelo nosso batismo, cada um no seu estado de vida, recebe as graças para crescer na plenitude da caridade cristã.

“A família é um celeiro de vocações, será dela que sairão os padres”,                                                                   afirma pe. Carlos

Qual o papel da família para o sacerdócio…
A família poderá ajudar os sacerdotes principalmente rezando, sendo evangelizadora de outras famílias, ensinando o respeito ao sacerdócio, sendo uma família de Deus para amparar o sacerdote sempre q ele precisar.

E do sacerdócio para a família…
O sacerdócio ordenado esta para o serviço dos fiéis, inclusive a família. O sacerdote terá um papel fundamental para fortalecer os membros da família através dos sacramentos, aconselhamento em tempos de crise, amparo na doença, visitas, entre tantas outras atividades.